Fundada a 27 de fevereiro de 1959, com sede e foro na cidade de Teresina, Capital do Piauí, a ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS PIAUIENSES - AMAPI é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, constituída de juízes e desembargadores, ativos e inativos, integrantes do Poder Judiciário do Estado.

Inscrevem-se entre os seus principais objetivos congregar e unir a
Magistratura piauiense em torno das suas reivindicações mais relevantes, ativando o espírito de Classe e propugnando pelo seu fortalecimento e pelo prestígio da Justiça Estadual. Nesse sentido, além de estimular a cultura do direito, promovendo reuniões e eventos que visem o aprimoramento da função judicante, a AMAPI tem se posicionado, permanentemente, na linha de frente das questões administrativas, judiciais e extrajudiciais que digam respeito aos legítimos interesses dos seus Associados.

A Entidade não deve envolver-se em atividades político-partidárias, ou em quaisquer outras atitudes estranhas a seus objetivos, nem lhe serão imputáveis as ideologias ou atividades pessoais de seus Associados. O símbolo da AMAPI é a balança, estampada sobre o mapa do Estado do Piauí, inserido numa circunferência rodeada de ramos em torno da qual se lê: ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS PIAUIENSES. Esse símbolo é usado como carimbo em correspondência oficial, como insígnia na bandeira estandarte, em cores azul e branca ou em outras que vierem a ser adotadas, e ainda como distintivo para ser usado na lapela, ou em adesivos, pelos Associados.

A ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS PIAUIENSES - AMAPI tem sua sede administrativa na Rua Jônatas Batista, nº 735, na Zona Centro/Norte de Teresina, onde também está localizado um auditório com capacidade para 120 pessoas. No prédio contíguo, funciona a ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DO PIAUÍ-ESMEPI, acreditada instituição de ensino jurídico fundada e mantida há 20 anos pela Entidade.

Compõem ainda o patrimônio da AMAPI o amplo e moderno Clube do Magistrado, em Teresina, dotado de piscinas, campo de futebol e quadra esportiva, uma Colônia de Férias no município de Luis Correia, no litoral do Piauí, e várias casas residenciais no interior do Estado, destinadas exclusivamente aos magistrados piauienses.

Confira a atual diretoria da AMAPI