21/08/2017 - 17h34 | Atualizado em 22/09/2017 - 21h11
Por Administrador - admin@amapi.org.br

Com apoio do Judiciário, atletas de Valença são premiados em campeonato mundial de Jiu-Jitsu

No último domingo, 20 de agosto, a conquista de atletas do município de Valença (PI) no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, realizado em Fortaleza (CE), demonstrou que apoio aliado a talento gera grandes resultados. Os atletas do Projeto Social QG da Luta/Academia Michel Team conseguiram medalhas na competição promovida pela Confederação Brasileira de Lutas Profissionais.

Na categoria Adulto Feminino Branca Leve, o destaque ficou para Luana Silva da Costa, que conseguiu o título e a medalha de ouro. O terceiro lugar da categoria Adulto Feminino Branca Pluma também ficou com o Piauí, através da atleta Maria Iraneide Alves de Sousa. No masculino, Hélio Mauricio Barbosa de Sousa foi campeão em sua categoria e vice no absoluto meio pesado. Antônio Carlos “Gaúcho” ficou em terceiro na categoria NoGi “sem kimono”.

Um dos principais apoios desse grupo de atletas vem do Poder Judiciário do Piauí. O projeto social foi um dos três classificados no município de Valença para ser beneficiado com a destinação de valores oriundos da aplicação de pena pecuniária, nos termos da Resolução nº 154, do Conselho Nacional de Justiça.

Com os valores, o projeto social pode adquirir tatames e quimonos para melhorar os treinos e, consequentemente, o desempenho dos atletas. A juíza titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Valença do Piauí, Keylla Ranyere Lopes Teixeira Procópio, fala sobre a importância da iniciativa. “Os atletas do projeto social de Valença estão de parabéns por essa conquista. Eles demonstram para todos que o apoio recebido do Poder Judiciário é revertido em benefício para a própria cidade, que se torna uma referência na prática esportiva e na cidadania”, diz a magistrada.

Ela explica ainda que a escolha das entidades beneficiadas segue os critérios do edital lançado uma vez por ano pelo JECCRIM, sendo disponibilizado no Diário da Justiça, e que a aplicação desses recursos, oriundos das penas pecuniárias, em projetos sociais atendem aos requisitos estabelecidos pelo Conselho Nacional de Justiça (Resolução nº 154/2012) e Corregedoria Geral de Justiça do Piauí (Provimento nº 19/2015).

As outras duas entidades de Valença, cadastradas em 2016, e beneficiadas com a destinação dos valores são: Projeto de Piscicultura da Fazenda da Paz - sede Valença e Centro de Apoio ao Idoso.

Inscrições abertas para 2017

O edital de cadastramento de entidades para destinação de recursos oriundos de prestação pecuniária de JECC de Valença para o ano de 2017 foi publicado no Diário da Justiça do dia 17 de agosto. As entidades interessadas podem se inscrever até o dia 1º de setembro, na sede do Juizado de Valença, das 8h às 14h.

O edital pode ser acessado AQUI.